Coopcreder | Compliance
560
page-template-default,page,page-id-560,page-child,parent-pageid-6,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-17.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive
 

Compliance

COMPLIANCE

 

A CoopCREDER informa que o Diretor Administrativo é responsável pela compliance, prevista na Resolução 4.539 de 24/11/2016 do Banco Central, não admitindo condutas exógenas ou que subterfugiam ao padrão ético, moral e probo, encartado nos valores, missão e visão da Cooperativa.

 

Dos Conselheiros, da Diretoria e dos Funcionários são exigidos que mantenham as suas condutas adequadas ao Estatuto; ao Regimento Interno; ao Código de Ética da Cooperativa; bem como as Resoluções e Normas do Banco Central e Conselho Monetário Nacional, no que tange à Cooperativa de Credito.

 

Aos nossos Funcionários são absolutamente vedadas, as seguintes condutas:

 

– Oferecer ou receber proposta indevida ou que deveria saber que era indevida, diante do exercício profissional; Assinar ou solicitar assinatura dos Associados em documentos com informações falsas, obscuras ou flagrantemente prejudiciais a esses, mesmo que não haja violação ou reflexão no conteúdo desses documentos; Celebrar contratos ou conceder empréstimos sem o conhecimento e autorização da Diretoria;  Firmar termo ou qualquer espécie de documento sem a aquiescência e autorização formal da Diretoria; Orientar o Associado acerca de situação manifestamente ilícita no intuito de contornar um problema;  Omitir da Diretoria, qualquer situação que provoque dúvidas quanto ao procedimento ou que se apresente manifestamente ilícita; Utilizar informação sigilosa em proveito pessoal ou de outrem; Deixar de Informar a Diretoria acerca de condutas irregulares que tenha conhecimento, em razão da execução do serviço, ainda que envolvam terceiros, desde que flagrantemente ilícitas; Apresentar informações falsas, em proveito exclusivo do Associado, seja por desídia ou por suborno.

 

Quaisquer reclamações quanto aos atendimentos ou quanto a problemas surgidos na relação com os Associados, devem ser relatados para o seguinte endereço de e-mail: compliance@creder.com.br.

 

A conduta dos nossos Funcionários será respaldada exclusivamente na lei aplicável, no estatuto social, no regimento interno e no Código de Ética da Cooperativa.

 

Nossos Funcionários têm jornada de 40 horas semanais nas dependências da Cooperativa, devendo ser retratada a Diretoria, condutas que infrinjam essa condição, não se admitindo de forma alguma, que os Funcionários sejam submetidos a situações degradantes, insalubres, constrangedoras ou quaisquer outras que impactem sobre as regras encartadas na Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), as Convenções Internacionais que versam sobre os Direitos Humanos; Declaração dos Princípios Fundamentais e Direitos Trabalhistas da Organização Internacional do Trabalho (OIT); e o Pacto Global das Nações Unidas.

 

Os Funcionários destacados para o atendimento não se subordinam as ordens dos Associados, fornecedores, ou terceiros, devendo todas as decisões e orientações serem declinadas diretamente para a Diretoria que repassará aos mesmos.

 

A CoopCREDER possui compromisso com a responsabilidade ambiental, orientando os seus Funcionários a abdicar do papel, e em sendo admitido, salvar os papéis de trabalho em documentos eletrônicos, salvo se isso ocasionar riscos ou prejuízo para o Associado ou Controle Interno.

 

Nossos Funcionários estão orientados a não utilizar o telefone celular enquanto estiverem em atendimento aos Associados, mantendo os mesmos no modo silencioso, salvo em caso de urgência, momento em que deverá procurar um local que confira a necessária privacidade, sem atrapalhar o atendimento ou ocasionar prejuízos ao Associado.

 

É permitido aos nossos Associados o acesso e a produção de cópias de documentos referente aos contratos de empréstimos para garantir a lisura e moralidade da relação.

 

Os Funcionários envolvidos em qualquer situação ilícita ou que mesmo lícita, confronte os termos desta compliance, independente de dolo ou culpa, responderão pelos atos cometidos, seja de forma disciplinar, criminal ou civil, buscando a reparação seja material ou imaterial advinda da conduta investigada.

 

Em hipótese alguma será reconhecida como justificativa, seja por parte do Associado ou por parte do Funcionário que está prestando o atendimento, o desconhecimento da lei ou a sua interpretação equivocada, para exclusão ou atenuação da penalidade ou procedimentos para investigação da conduta.   Nenhuma conduta de risco será admitida ou tolerada, seja ela advinda do Funcionário, da direção ou do próprio Associado.

 

Todos os fatos surgidos e relatados formalmente serão investigados até as últimas consequências, não sendo poupado sequer, Funcionário, membro da Diretoria ou do Conselho.

 

Com essa visão, a CoopCREDER apresenta em sucinta síntese o seu programa de compliance, informando que não se verga a decisões ou inclinações imorais, antiéticas e que violam leis, pautando a sua conduta e o exercício profissional dos seus Funcionários sobre os mais elevados preceitos éticos e legais.

 

Com isso, convidamos Vossa Senhoria a narrar, denunciar ou informar qualquer circunstância embaçada que resulte ou possa resultar em situações que maculem e sedimentem a imagem da nossa Cooperativa.

 

Esperamos que o nosso trabalho agregue em valor, cumpra com as perspectivas existentes e traga inúmeros benefícios aos nossos Associados, na mesma medida de repercussão quanto a nossa imagem.

 

Belo Horizonte – MG, 20 de novembro de 2017.

 

 

Cláudio José Marques Marques da Silva                            Marina da Silva Coelho

Diretor Presidente                                                                   Diretora Financeira

 

 

Zacarias Monteiro dos Santos

Diretor Administrativo